Dicas


Alimentação no inverno

No período de baixas temperaturas nosso corpo gasta mais energia para manter-se aquecido e com isso a sensação de fome aumenta, principalmente a vontade de ingerir comidas quentes e pesadas como as massas. Porém esse aumento da ingestão calórica que nosso corpo necessitaria é muito pequeno e por conta disso, nesta estação, muitas pessoas ganham alguns quilinhos indesejados. Existem formas de controlar esse apetite e manter-se saciado por mais tempo e, para isso, o ideal é apostar em bebidas quentes como chás e café sem açúcar. As sopas de legumes acompanhadas de alguma proteína como carne ou frango também são excelentes opções de refeições para o inverno.


O consumo de saladas diminui, pois alimentos frios se tornam pouco atraentes. Para não substituir o lugar da salada no prato com alimentos ricos em caloria, uma dica é fazer as verduras refogadas e cozidas e enfeitá-las e incrementá-las com temperos naturais.


O inverno também acaba sendo a estação das gripes e resfriados e alguns alimentos ajudam a prevenir a incidência dos mesmos ou até mesmo a controlar os sintomas. A vitamina C é uma aliada à prevenção da contaminação com esses vírus e as frutas cítricas (laranja, abacaxi, bergamota, limão) são ricas nessa vitamina e muitas delas, por estarem na sua época de safra, estão com preço bem acessível. Outros alimentos podem ser usados para aliviar os sintomas do resfriado e da gripe. O alho, por exemplo, destrói alguns vírus, a pimenta descongestiona as vias aéreas, gengibre e guaco ajudam contra a irritação na garganta e funcionam como descongestionante também.


O inverno é uma estação maravilhosa, mas devemos cuidar da nossa saúde e prevenir futuras doenças.


Dicas da Nutricionista Jéssica Camila Alves CRN 13084

[topo]